segunda-feira, 15 de março de 2010

Da dor

Olha bem, consegue ver?
Os meus pedaços por ai, e os remendos que tenho tentado fazer?
Consegue enxergar tudo isso?
Como as partes não se encontram mais!
E os meus pedaços se vão por aí entre as desilusões e o fingir que a rotina pede!
Consegue ver?
A raiva nos olhos de alguém que já chorou todas as lágrimas que podia nos últimos dias,

Meses

Anos

Raiva sim, pois os olhos secaram, já não brilham mais.
Não há nada mais triste do que olhos secos.
Consegue ver?
O brilho foi mais um, dos pedaços que ficaram por aí, por aqui, pelo caminho tantas e tantas vezes percorrido de ir e voltar.
Todos os dias são de não ser feliz, peito sangrando e grandes tormentas ao invés de pensamentos.
Revoltas entre sonhos enterrados e vontades inatingíveis.
Hoje o ideal era dormir pro amanhã não existir.

2 comentários:

Josi Puchalski Sousa disse...

Teus olhos brilham, mas talvez o teu espelho não mostre mais. Dá um jeito nele tá?

Beijo

Rafael Ayala disse...

Com certeza, não há nada mais triste que olhos secos...

O momento é de dor e tristeza e cada um encara do seu jeito bem particular, sofrer a dor é também viver...

Eu prefiro acreditar que amanhã há de ser um dia bem melhor...

beijos!
=]